Objetivos

  • Sistematizar as atividades da área, facilitando sua visualização dentro dos Processos de Trabalho da organização e suas interfaces.
  • Direcionar o supervisor de estágio de modo a planejar as atividades que os estagiários irão realizar, atendendo os aspectos formativos envolvidos.

Plano de desenvolvimento para aprendiz

O Programa de Incentivo ao Aprendiz, aprovado pelo Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente do município e Ministério do Trabalho e Emprego, visa à inserção de jovens e adolescentes no mercado de trabalho, através de um projeto que incentiva, capacita e dá amparo legal para a contratação de aprendizes. De acordo com o programa, através da Lei 10.097/2000, todas as empresas com mais de sete funcionários e que tenham CNPJ constituído, têm a obrigatoriedade na contratação de aprendizes.

As aulas do Programa Aprendiz oferecem uma formação continua que englobam diversos temas de acordo com os cursos descritos abaixo:

  • 27.171 – Técnicas Bancárias
  • 27.172 – Auxiliar do Comércio em Lojas e Mercados
  • 27.173 – Embalador a Mão
  • 27.174 – Auxiliar de Produção
  • 27.179 – Auxiliar em Operações Logísticas
  • 27.184 – Auxiliar Administrativo
  • 27.185 – Auxiliar de Contabilidade
  • 28.782 – Auxiliar de Serviços Jurídicos
  • 28.786 – Auxiliar de Seguros
  • 28.788 – Operador de Caixa
  • 28.269 – Auxiliar nos Serviços de Alimentação
  • 29.322 – Auxiliar de Garçom
  • 29.321 – Auxiliar Tecnologia da Informação
  • 28.779 – Auxiliar de Telecomunicações

Ao assinar convênio com o IAPE , as empresas transferem uma série de tarefas e custos administrativos. Passam, também, a contar com assessoria técnica e jurídica – Lei Federal nº. 11.788 de 25 de setembro de 2008 (Estágio) e Lei Federal nº. 10.097 de 19 de dezembro de 2000 (Aprendizagem Profissional), operacional e administrativa, de profissionais especializados, a custo bem menor do que exigiria a criação de uma estrutura interna própria. 

Os Programas IAPE  de Estágio e Aprendiz são completos e incluem desde entrevistas individuais e dinâmicas de grupo, até testes específicos e substituição em caso de inadaptação, entre outras ações. O IAPE coloca-se a disposição para o suporte na contratação e capacitação, firmando um convênio de cooperação junto à empresa. Esperamos firmar uma parceria que favoreça o crescimento de ambas as partes, superando as expectativas e realizando um trabalho que seja apenas o início de grandes sucessos em um futuro não tão distante

Plano de desenvolvimento para estágio

O programa de estágio elaborado pela empresa deverá apresentar a relação de atividades a serem desenvolvidas pelos estagiários.

Na fase de planejamento, será importante considerar os seguintes tópicos:

  • Propiciar condições e fornecer informações suficientes para o estudante adquirir e amadurecer seu papel de futuro profissional de uma forma efetiva, desenvolvendo seu senso crítico, conhecimentos técnicos, posturas e atitudes.
  • Dar ao estudante a oportunidade de ter conhecimentos práticos.
  • Oferecer atividades diferenciadas por curso e por área de estágio, considerando a realidade do setor envolvido e a compatibilidade das mesmas com o desenvolvimento profissional, pessoal, cultural e social do estagiário.
  • Fazer rodízio de estagiários entre as áreas ou dentro delas de acordo com o interesse e possibilidades do estagiário, juntamente com as exigências e necessidades de cada área.
  • Acompanhar, orientar e avaliar o desenvolvimento do estagiário, oferecendo sempre um “feed back” ao mesmo, a cada 6 meses.
  • Possibilitar ao estagiário condições de aprofundar seus conhecimentos através de leituras, pesquisas, etc. em áreas de interesse para o estagiário e para a empresa, e também a participação em cursos e palestras.
Todos os direitos reservados © 2020 - IAPE - Estágio e Aprendiz
Esse é mais um trabalho PenseBem.com